A Revolução na Indústria e no Varejo do Brasil

A Revolução na Indústria e no Varejo do Brasil 2

Internet of Things (IoT): A Revolução na Indústria e no Varejo do Brasil

A IoT oferece novas e inovadoras maneiras para as organizações gerenciarem e monitorarem operações remotas. Ela permite a supervisão de locais remotos, alimentando informações constantemente em aplicativos e armazéns de dados. O baixo custo das “coisas” permite a observação e o gerenciamento de atividades que anteriormente estavam fora de alcance. Com a Internet das Coisas, também é possível obter insights sobre eventos que já foram invisíveis, por exemplo, a correlação de padrões climáticos com a produção industrial.

E quando falamos de revolução tecnológica, a noção de IoT é um dos assuntos principais. É um fenômeno atual, mas que continua a se desenvolver e vai desenhar nosso futuro de uma forma completamente inédita. E não é difícil entender o porquê. Suas possibilidades são inúmeras, a IoT está transformando nossa relação com a tecnologia, mudando o modo como interagimos com o mundo e, principalmente, o modo como o mundo interage conosco.

 

É um conceito capaz de mudar não só como nós vivemos, mas também como trabalhamos.

Desde 2017 existem mais objetos na internet do que as 7 bilhões de pessoas no mundo. E estima-se que em 2020 12 bilhões de dispositivos estejam conectados à IoT, o que demonstra a importância de se refletir sobre esse processo.

Mas quando os objetos começam a responder, e a tecnologia passa a se comunicar de volta de modo ativo, automático e contínuo, a linha entre usuário e o objeto se torna nebulosa.

A verdade é que IoT possibilita inúmeras oportunidades e conexões, muitas das quais não conseguimos imaginar nem entender completamente seu impacto nos dias de hoje.

Os dispositivos vestíveis, como relógios inteligentes, acessórios com sensores, e fones de ouvido para monitoramento de exercício, estão apenas recentemente sendo mais amplamente adotados e usados pelas pessoas.

 

Estes objetos são clássicos exemplos de dispositivos conectados que integram a IoT.

É possível desenvolver sistemas de transporte, de controle de resíduos, de energia, e até de execução das leis que sejam movidos a dados para torná-los mais eficientes e melhorar a qualidade de vida nas cidades.

Nós podemos interagir e colher informações desses sistemas inteligentes usando nossos smartphones, relógios e outros wearables. Mais do que isso, os sistemas vão se comunicar uns com os outros.

Os dispositivos conectados à rede da IoT estão a todo tempo emitindo, recebendo, trocando e cruzando dados. De fato, hoje produzimos mais dados do que podemos imaginar.

Não podemos deixar de olhar para a área de negócios, que será igualmente afetada pela noção de IoT.  Quando os objetos passam a antecipar as nossas necessidades, as tarefas rotineiras do dia a dia serão otimizadas. Ao invés de perder tempo diariamente com esses detalhes operacionais e pequenas decisões da nossa vida, nosso foco poderá ser direcionado para uma coisa mais produtiva e que realmente pode fazer a diferença em nossa carreira, nossas relações, ou até realização pessoal.

A IoT e os dados que geramos é um dos exemplos das coisas gigantes que passamos a ver, entender, e usar a nosso favor com o avanço tecnológico.

 

Fonte Original: https://futurotopia.com/2019/12/internet-of-things-iot-revolucao-na-industria-e-no-varejo/