A hora e vez da RFID

gambim tags

Por Sérgio Gambim, CEO iTAG

Não se trata de uma nova tecnologia, como mostrarei. No entanto, hoje, ganha novos contornos graças às inovações tecnológicas e novas demandas do mercado. Então, veja o que o sistema de identificação por radiofrequência (RFID) pode fazer pela sua empresa. E pode muito!

Vamos começar pelo seguinte cenário: Segunda Guerra Mundial. Enquanto o mundo voltava os olhos para um dos maiores em mais sangrentos conflitos do século 20, as Nações Aliadas e os países do chamado Eixo, liderados por Alemanha, Japão e Itália, competiam inclusive numa guerra que estava longe dos campos de batalha: a disputa acontecia dentro de laboratórios de pesquisas, onde cientistas desenvolviam tecnologias que poderiam levar a vitória a um dos lados: Aliados ou Eixo.

Entre essas tecnologias em desenvolvimento estavam os sistemas de identificação por radiofrequência (RFID), usados para saber se os aviões e outros veículos em aproximação de um alvo fixo ou móvel eram ou não inimigos. Por meio desta simples identificação de veículos em aproximação, ainda indisponível nos radares, daria para salvar milhares de vidas humanas, tanto civis como militares.

Para atender a esta demanda de reconhecimento, surgiu a ideia de utilizar sistemas de radiofrequência. Assim nasceu a identificação por radiofrequência (RFID), por meio de transponders instalados em aviões e outros veículos que passaram a emitir sinais de rádio capazes de diferenciar os amigos dos inimigos.

Hoje, quando falamos em sistemas de identificação por radiofrequência (ou RFID) não nos referimos ao uso militar, somente, embora estes não tenham deixado de ter uma aplicação estratégica. Por meio de etiquetas e rótulos, os sistemas RFID corporativos permitem acessos e usos inteligentes de informações para controle, rastreio e identificação de produtos de diferentes origens.

As empresas que fabricam seus produtos e embutem neles etiquetas de RFID podem dar esta garantia aos seus clientes, de que a mercadoria foi fabricada, embalada e entregue à transportadora com todos os segundos cronometrados e itens pedidos corretamente, exatamente conferidos com a nota fiscal.

E mais: pode-se saber, inclusive, em qual caixa cada produto foi embalado, com quais outras mercadorias e em qual caminhão foi transportado. Os produtos com RFID ganham uma identidade única, diferente dos códigos de barras, por exemplo, que classificam apenas produtos por uma mesma categoria.

Apesar de uma etiqueta com um chip RFID embutido ser mais cara do que uma convencional, apenas com códigos de barras impressos, os benefícios agregados à tecnologia se pagam rapidamente. Por quê? Porque as operações com códigos de barras são manuais e, por isso, demoras e cheias de erros. E isto tem comprovação científica.

O retorno do investimento (ROI) acontece em poucos meses, segundo estudo do RFID Lab, da Universidade de Auburn, dos Estados Unidos. Durante a operação de inventário, por exemplo, a leitura de códigos de barras pode ter um acerto máximo de 85% do número total de peças de um estoque com grande quantidade de produtos (ou SKUs), devido aos erros humanos. Com RFID, a margem de acerto é de 99,99%.

No mercado, a principal aplicação das etiquetas e leitores RFID envolvem atualmente o controle de produtos, desde a fabricação até a chegada ao cliente de modo bastante automatizado. Isso passa por processos de logística, estoque, despacho, recepção etc. Os benefícios da tecnologia RFID são palpáveis para qualquer segmento de mercado. É impossível não ter lucros maiores e otimizar processos, reduzindo custos brutalmente.

A escolha da tecnologia e dos processos adequados são partes essenciais do sucesso na implantação desse tipo de sistema. A parceria com empresas fabricantes de rótulos e etiquetas também é fundamental para a popularização da RFID. Estas são as pontes para auxiliar os clientes a saltarem para a tecnologia do século 21.

Quer saber mais sobre como obter sucesso com RFID? Clique aqui e entre em contato com a iTAG Etiquetas Inteligentes e conheça o que de melhor a tecnologia de RFID pode fazer pela sua empresa no Brasil. Ou clique aqui para conhecer mais sobre a tecnologia iTag no Youtube.

Palavras-chave: rfid para controle de estoque, rfid para localizar objetos, rfid para gado, rfid para eventos, rfid para pneus, rfid para que serve, rfid como funciona pdf, rfid como se usa, tarjeta rfid, rfid e codigo de barras, rfid e suas aplicações, rfid chip, rfid custo, rfid card, rfid carteira, rfid controle de estoque, rfid controle de acesso, rfid etiqueta, rfid estoque, rfid empresas, rfid em supermercados, rfid leitor, rfid logística, rfid longa distancia, rfid longo alcance, rfid label, rfid lavanderia, rfid valor, estoque como controlar, estoque como organizar