Com vários casos de sucesso dentro e fora do Brasil, a iTAG Etiquetas Inteligentes foi pioneira no país na geração do código padrão EPC Gen2, da GS1. O EPC é a sigla para Electronic Product Code ou Código Eletrônico de Produto ou, ainda, a numeração pode ser compreendida como uma espécie de RG (Registro Geral) de cada item, o que garante uma identificação individualizada de cada unidade de mercadoria. A GS1 é a organização global que gerencia e possibilita a geração destes códigos tanto para tecnologias de base, como os códigos de barras, como as avançadas de identificação por radiofrequência (RFID).

O principal benefício da padronização envolve a redução de custos operacionais para os clientes que adquirem os sistemas RFID da iTAG. Ou seja, quando os produtos recebem uma etiqueta RFID codificada dentro do padrão GS1, estes mesmo itens podem ser reconhecidos em qualquer ponto da cadeia de suprimentos por todos os equipamentos RFID disponíveis, oferecendo total controle de tráfego de mercadorias, evitando desvios, por exemplo.

Outra vantagem para os clientes que utilizam sistemas RFID da iTAG com padrão GS1 está na economia de custos de implantação, já que os sistemas padronizados funcionam mais facilmente – sem ter de passar por adaptações – com os equipamentos e sistemas já homologados disponíveis no mercado.

Palavras-chave: rfid para controle de estoque, rfid para localizar objetos, rfid para gado, rfid para eventos, rfid para pneus, rfid para que serve, rfid como funciona pdf, rfid como se usa, tarjeta rfid, rfid e codigo de barras, rfid e suas aplicações, rfid chip, rfid custo, rfid card, rfid carteira, rfid controle de estoque, rfid controle de acesso, rfid etiqueta, rfid estoque, rfid empresas, rfid em supermercados, rfid leitor, rfid logística, rfid longa distancia, rfid longo alcance, rfid label, rfid lavanderia, rfid valor, estoque como controlar, estoque como organizar

Soluções

Casos de Sucesso

Sobre Nós